Crise de identidade? Reflexão em I Coríntios 15:10



CRISE DE IDENTIDADE?
"Mas, pela graça de Deus, sou o que sou, e sua graça para comigo não foi em vão; antes, trabalhei mais do que todos eles; contudo, não eu, mas a graça de Deus comigo" I Coríntios 15:10


"Lembrar quem fomos e o que fizemos nos tornará humildes e reconhecedoras da graça de Deus em nossas vidas. Nossas experiências nos ensinam sobre nós mesmas e principalmente sobre Deus. Nossa história pode servir de meio para alcançar outras pessoas."


Algumas de vocês, assim como eu, podem, vez por outra, passar pelas conhecidas 'crises de identidade'. É aquele sentimento de inadequação, tristeza ou insatisfação pelo que fomos, somos ou nos tornamos. Muitas vezes não queremos aceitar o nosso passado, outras vezes temos uma visão equivocada de nós mesmas e simplesmente não aceitamos ou reconhecemos quem realmente somos.

A partir de alguns ensinamentos do apóstolo Paulo podemos refletir na tentativa de ajustar o nosso foco colocando tudo o que somos, nossa história e experiências na perspectiva correta da soberania de Deus em nossas vidas.

Traumas com o passado? - I Co 15:9 Não devemos fugir do passado, mas colocá-lo em seu devido lugar. Os pecados arrependidos e confessados já foram perdoados. As provações nos fortalecem e nos dão condições de ajudar outros que passam por situações semelhantes. Lembrar quem fomos e o que fizemos nos tornará humildes e reconhecedoras da graça de Deus em nossas vidas. Nossas experiências nos ensinam sobre nós mesmas e principalmente sobre Deus. Nossa história pode servir de meio para alcançar outras pessoas.

Sou o que sou
Cada pessoa tem a sua própria identidade. Todas nós temos características, personalidades e sonhos que nos distinguem das outras pessoas. Deus criou cada uma de nós de forma única e 'irrepetível'. Nossa identidade está fundamentalmente relacionada com o fato de Deus ter nos criado e escrito a nossa história. E é quando fugimos dessa verdade que entramos em crise. É quando queremos ser, ter ou viver como outras pessoas que abrimos brechas para a insatisfação, para a inveja e para as crises.

Sou o que sou pela graça de Deus
Minha identidade, quem me tornei, tudo o que hoje sou é por causa da graça de Deus. É Deus agindo em meu favor, é sua misericórdia em minha vida. Devo assumir a responsabilidade pelos erros e tropeços em minha vida, fruto do meu pecado. Ao mesmo tempo devo lembrar que Deus usa todas as circunstâncias para a minha edificação. Também devo reconhecer que toda boa dádiva, tudo de bom em mim é fruto do trabalho de Deus em minha vida. A perspectiva correta não dá espaço nem para nem para o orgulho nem para a auto-comiseração.

Convicção de pecado
Convicção do pecado - 'dos quais eu sou o principal' I Tm 1:15 Não adianta mascarar a realidade. Muitas vivem uma vida de fachada, tentando esconder seus pecados ao invés de tratá-los. Vivem sufocadas e escravizadas pela necessidade equivocada de uma aparência de perfeição, a qual só alcançaremos na glória. Paulo reconhecia sua condição de pecador, dos quais ele se dizia o principal. Precisamos reconhecer nossa condição de pecadores - pecadores arrependidos que buscam a cada dia, com a ajuda do Espírito Santo, a santificação.

Um abraço de quem precisa reconhecer que tudo de bom que há em mim é fruto da graça de Cristo,
Renata Veras

You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts