Quando Deus nos leva pelo caminho mais longo. Reflexão em Êxodo 13:17


Traçamos um plano completo para nossas vidas. Consideramos nosso plano perfeito e nos empenhamos a fim de realizá-lo. O que seremos quando crescermos, onde viveremos, com que tipo de rapaz nos casaremos, quantos filhos teremos e com que idade os teremos, como deixaremos nossa marca do mundo e no Reino.

E muitas vezes (na maioria delas) as coisas não saem nem parecido com aquilo que planejamos.

Olhamos para traz e nem conseguimos entender como chegamos onde chegamos. Só conseguimos pensar que, de acordo com os planos que havíamos traçado, as coisas seriam bem mais belas e fáceis. Nosso plano era tão simples. Ele era simplesmente perfeito!

Muitas vezes, no lugar daquele caminho linear e tranquilo traçado por nós, temos trilhado um caminho longo e penoso, com mais pedras e vales que campinas e planícies.

Em nossa presunção natural pensamos: Deus poderia me levar pela campina. Ele poderia me levar pela beira do mar. Ele poderia me levar pelo caminho mais curto e agradável. Por que Ele escolheu me levar pelo deserto? Não me parece, de sua parte, nem sábio e nem cheio de amor. Sofremos e nos ressentimos.

O que esquecemos é que Ele sabe mais. Em Exôdo 13:17 vemos um exemplo claro de Deus escolhendo o caminho mais longo e o porquê disso:

“Quando o faraó deixou sair o povo, Deus não o guiou pela rota da terra dos filisteus, embora este fosse o caminho mais curto, pois disse: "Se eles se defrontarem com a guerra, talvez se arrependam e voltem para o Egito".”

Deus levou e guiou o seu povo pelo caminho mais longo porque Ele sabia que o caminho mais curto não seria o melhor para eles.

Deus sabe mais. Deus sabe tudo. E nós? Somos míopes, limitados em nossas visões e perspectivas. Achamos que nossos planos são os melhores.
Nos apegamos a planos frustrados como se naquilo estivesse nossa alegria e realização. Deixamos de desfrutar o que Deus nos dá hoje presos por frustrações de planos que achamos serem os melhores para nós, mas que poderiam ser o nosso fim.

Temos dificuldade em nos contentar e nos regozijar com os planos de Deus para nossa vida porque, no fundo, não acreditamos e nem confiamos que Deus sabe o que é melhor para nós. Continuamos achando que os nossos planos seriam melhores.

Como somos limitados e ao mesmo tão presunçosos! No lugar de Deus certamente faríamos diferente.

Não podemos perder de vista que em nossa humanidade somos limitados de várias formas. Somos limitados no conhecimento de nós mesmos. Somos limitados no conhecimento da realidade que nos cerca. Acima de tudo, somos completamente limitados com relação ao nosso futuro (Tiago 4:13-15) e no conhecimento dos planos de Deus pra nós (Jeremias 29:11). Como diz o ditado, não enxergamos nada além de um palmo a frente do nosso nariz!

"Vocês nem sabem o que lhes acontecerá amanhã! Que é a sua vida? Vocês são como a neblina que aparece por um pouco de tempo e depois se dissipa." Tiago 4:14

Nos rendamos àquele que tem visão privilegiada. Soberano, Senhor da história, rico em sabedoria e amor. Em momentos em que duvidarmos dos planos de Deus para nós, nos apeguemos às verdades maravilhosas da Sua Palavra.

Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês", diz o Senhor, "planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro. Jeremias 29:11

Em momentos em que somos inclinados a pensar que nossos planos são melhores, que esta seja a minha oração:

Senhor, ajuda-me a confiar em Ti. A descansar na certeza de que Tu estás no comando, direcionando cada curva do meu caminho, mesmo aquelas que parecem me levar para cada vez mais longe de onde eu penso ingenuamente ser o melhor lugar para estar.

Me ajuda a desfrutar a caminhada, mesmo quando ela for pelo deserto, deixando de murmurar pelo que ficou para traz ou parando de esperar simplesmente pelo destino final para então em alegrar. Me ajuda a parar de pensar no que ficou para trás. No que não saiu como planejado.

Me ajuda a agradecer pelas pedras que machucam os meus pés e pelo sol que queima minha pele pelo simples fato de serem os meios que o Senhor escolheu para o meu bem maior.

Senhor, perdoa a minha falta de fé. Me ajuda, dia após dia, a confiar no Teu cuidado de amor.

No que puderes, alivia as minhas cargas. Alivia os meus pés e refresca o meu corpo quando tudo parecer difícil demais.

E me mantem no caminho mais longo, mesmo quando eu desejar com todas as minhas forças tomar algum atalho enganoso e trilhar outro caminho.
Porque eu sei que minha visão é limitada e meu coração é enganoso, mas tu és soberano, todo sábio e cheio de amor.

Em nome de Jesus, amém!
Renata Veras

You Might Also Like

4 comentários

  1. Mais uma vez um de seus textos me dando injeção de ânimo. Lindo texto

    ResponderExcluir
  2. Mais uma vez um de seus textos me dando injeção de ânimo. Lindo texto

    ResponderExcluir
  3. Obrigada Renata, estou passando por um processo de deserto, um processo de autoconhecimento e trabalhar de Deus na minha vida e no meu caráter.E é verdade, às vezes não confiamos no desfecho que Deus pra nós, por simplesmente olharmos para o meio do trajeto tão seco e árduo, mas Ele sabe o que melhor e devemos confiar no seu amor; Louvado seja Deus!

    ResponderExcluir

Popular Posts