CRIADAS PARA A INTIMIDADE COM ELE - de volta ao jardim.


Existe uma parte de nós que não se satisfaz com comer, beber, trabalhar, dormir. Ou mesmo casar, constiuir família, ter filhos.

Como parte de nossa constituição, fomos criadas para a intimidade com o nosso Criador e por isso temos a necessidade vital de relacionamento com Ele.

CRIADAS PARA A AMIZADE


No princípio de todas as coisas vemos que fomos criadas para a amizade com Deus.
Deus nos criou para si (Gênesis 1:26), nos criou para o relacionamento e para a intimidade (Gênesis 1:27,28). Deus encontrava diariamente com o homem e com a mulher que havia criado (Gênesis 3:8)

PECADO E INIMIZADE COM DEUS

Talvez por isso, um dentre os tantos efeitos do pecado tenha sido exatamente a quebra do nosso relacionamento com o Pai. Fomos expulsas da presença de Deus. (Gênesis 3:24). Entramos em estado de inimizade com Ele.

SALVAÇÃO E RECONCILIAÇÃO

E por isso mesmo uma das maravilhosas bênçãos da obra salvífica de Cristo por seu sacrifício na cruz é a reconciliação que é feita entre nós e o Pai. (Colossenses 1:19-22)

“Pois foi do agrado de Deus que nele habitasse toda a plenitude, e por meio dele reconciliasse consigo todas as coisas, tanto as que estão na terra quanto as que estão no céu, estabelecendo a paz pelo seu sangue derramado na cruz. Antes vocês estavam separados de Deus e, em suas mentes, eram inimigos por causa do mau procedimento de vocês. Mas agora ele os reconciliou pelo corpo físico de Cristo, mediante a morte, para apresentá-los diante dele santos, inculpáveis e livres de qualquer acusação.”
Colossenses 1:19-22

O relacionamento com Deus, a amizade que temos com Ele, é uma das grandes maravilhas da criação restauradas pela salvação. Mais que uma posição favorável diante de Deus, temos por intermédio de Cristo novamente acesso ao relacionamento diário, à intimidade com Deus.

Mais do que a benção de ser salva da condenação e ter garantia de vida eterna com o Pai temos HOJE o privilégio incomparável de amizade íntima com o nosso Criador. A salvação que temos em Cristo nos torna possível andar dia após dia com o nosso Deus, conversar com Ele, desfrutar da sua presença cuidadora e amorosa.

Como perdemos ao negligenciar amizade sem igual! E como nossa peregrinação neste mundo caído se torna mais árida, difícil porque não desfrutamos do refrigério, do consolo, da segurança de ter nosso Pai lado a lado, em cada passo.

O reconhecimento da nossa necessidade diária de comunhão e intimidade com Deus brota ainda de um coração que:
- reconhece a majestade do seu Deus e por isso deseja adorar diariamente.
- reconhece o que Deus fez e por isso é profundamente grato
- reconhece sua incapacidade e por isso vive em dependência todo dia.
- reconhece as bênçãos e alegrias de andar próximo àquele que cuida de sua vida

Tudo isso é motivo de sobra para buscar de maneira integral e disciplinada estar mais próximas do nosso Deus.

De volta ao jardim

Pelo sangue de Cristo eu pude voltar ao jardim,
E no jardim do qual fui expulsa por causa de mim,
pude reencontrar com o meu Criador,
pude relacionar-me com Ele, enfim.

O jardim não é mais o mesmo,
agora cheio de abrolhos e cardos.
Mas sua presença está sempre comigo,
cuida de mim, acompanha a cada um dos meus passos

Mas à semelhança da primeira mulher
minha atitude diária, tão cheia de rebeldia
é a de fugir, evitar a sua presença.
Mas para onde me ausentaria?

Infantil, tola e inutilmente tendo me esconder
atrás de uma folha, do acumular das tarefas,
de uma falsa pretensão de auto-suficiência.
Triste pecado! Amargo os espinhos, tropeço em pedras.

E novamente, e mais uma vez Ele me pergunta:
Onde você está?
E novamente, e mais uma vez Ele me chama
ao relacionamento, à intimidade, à amizade

E mais uma vez, humilhada, arrependida,
Atraída por seu doce amor, saio do pretenso esconderijo
E na intimidade na qual o Criador me abraça, mera criatura.
Mais uma vez desfruto do relacionamento sem igual,
no qual, verdadeiramente, enfim me regozijo.

Um abraço carinhoso,
Renata Veras.

You Might Also Like

1 comentários

  1. Esses textos são um conforto pra alma! Lembrar da minha condição de pecadora, e ao mesmo tempo da misericórdia de Deus, causa constrangimento e paz no meu coração.

    ResponderExcluir

Popular Posts