Mães ambiciosas – O melhor para nossos filhos! Reflexão em Mateus 20:20-28


“Não será assim entre vós; antes, qualquer que entre vós quiser tornar-se grande, será esse o que vos sirva”
Mateus 20:26


“A chave para a grandeza não está na posição ou no poder, mas no caráter.”
Warren Wiersbe


Se você tivesse a oportunidade de estar cara a cara com Jesus e pudesse fazer um pedido para seu filho, o que pediria?

Uma mulher teve esta oportunidade e não quis desperdiçá-la. Salomé, mãe de Tiago e de João, quando esteve frente a frente com Jesus não hesitou. Ela poderia ter pedido algo para si, mas não o fez e tratou de assegurar um ‘futuro brilhante’ para seus filhos.

Mães são bem assim, querem sempre o melhor para seus filhos e farão de tudo para consegui-lo. Não importa a idade, o sexo, o estado civil, serão sempre alvo do zelo maternal. Elas colocam seus filhos acima dos seus próprios interesses e às vezes chegam ao extremo de colocar seus filhos acima dos interesses dos outros. Nessa vontade de que seus filhos sejam e tenham o melhor, podem também meter os pés pelas mãos e fazer papel de ridículo.

Numa atitude típica de uma mãe super-protetora, Salomé pensou logo em promover seus filhos. Mesmo sendo dois grandalhões, homens feitos, ela quis aproveitar a oportunidade para garantir o melhor para eles. Ela não pensou duas vezes e nem se deixou intimidar pelos demais discípulos presentes naquele momento. Pensou em seus filhos e quis garantir o melhor e o mais alto lugar para os dois. Numa sangria desatada, coisa que caracteriza tantas mães, nem ponderou o que realmente estava pedindo.

"Concede que no teu reino estes meus dois filhos se sentem, um à tua direita e outro à tua esquerda"

É normal querermos colocar nossos filhos acima de nós mesmos – isso demonstra altruísmo e é próprio das mães. O problema é quando queremos coloca-los acima dos outros, ou, o que é ainda pior, acima do próprio Deus.

Quando colocamos os nossos filhos acima do nosso Deus cometemos o terrível pecado da idolatria. E esse pecado pode ser percebido quando colocamos nos nossos filhos o único motivo de nossa alegria ou a única razão para viver. Quando amamos mais a nossos filhos que a Deus ou quando preferimos desobedecer a Deus para atender algum de seus caprichos.

Quem nunca leu uma legenda de foto de criança com as seguintes palavras: “motivo da minha alegria”, “razão da minha existência”? Licença poética de lado, tais comentários podem denunciar um coração que está colocando os filhos no lugar errado. Filhos são motivos de alegria sem fim e enchem a nossa vida e a nossa existência de um sentido todo especial, mas nunca podem estar acima do nosso Deus.

Algumas de nós podem até não colocar seus filhos acima de Deus, mas não pensam duas vezes antes de colocá-los acima das outras pessoas. Atitudes como a da mãe de Tiago e João são mais comuns de se ver do que o que se imagina. Muitas mães criam seus pequenos como verdadeiros reizinhos, realezas soberanas dentro e fora de casa.

Há várias situações simples e cotidianas através das quais podemos notar esse fato e reconhecer o quanto ele é ridículo e anticristão. Basta lembrar daquela mãe que fura a fila pra colocar seus filhos em primeiro lugar. Daquelas mães que correm desesperadamente feito loucas para garantirem a melhor lembrancinha para seu filho. Daquelas que separam o melhor pedaço da carne para o filho até mesmo quando recebem visitas, ou ainda daquelas mães que colocam seus filhos na frente dos outros nas apresentações da escola.

Tudo bem em desejar o melhor para os nossos pequenos. O grande problema é que os nossos desejos muitas vezes demonstram uma completa ignorância de nossa parte do que realmente é o mais importante e do que realmente é melhor para nossos filhos. O próprio Cristo expressa isso quando diz “Não sabeis o que pedis”.

O melhor não é o mesmo que estar em primeiro lugar ou na mais elevada posição. Não é o mesmo que alcançar o lugar mais proeminente e nem passar à frente dos outros. Em mais um dos tantos paradoxos do cristianismo, Cristo explica que quem quiser ser poderoso ou o primeiro deve tornar-se o último, o servo.

“Não será assim entre vós; antes, qualquer que entre vós quiser tornar-se grande, será esse o que vos sirva; e qualquer que entre vós quiser ser o primeiro, será vosso servo; assim como o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir, e para dar a sua vida em resgate de muitos.” Mateus 20:26-28

Como os hábitos antigos faziam bem. Ensinar a criança a dar a preferência, a se levantar e dar o assento ao mais velho, a deixar o melhor pedaço de frango para seu pai ou para as visitas. Hábitos que deveriam voltar à nossa rotina porque vão além do simples gesto, mas moldam o caráter e trazem consigo o espírito de humildade e servidão que Cristo tanto ensinou e exemplificou com a própria vida e sacrifício.

É dentro de casa que se aprende o que se leva para a vida. A honrar os mais velhos, a ceder, a dar preferência, a colocar o outro em primeiro lugar. Essa correria ensandecida para se ter o melhor e passar na frente muitas vezes parte das mães que, sem ao menos perceberem, ensinam o mesmo aos seus filhos. Não é a toa que o mundo está cada vez mais difícil e que é cada vez mais raro encontrar alguém que não queira se dar bem não importando-se com o outro.

Desça o seu filho do trono. Ensine-o a ser servo. Esta é a melhor posição que você pode desejar para ele. E certamente esta será umas das lições mais importantes que você irá ensiná-lo. A próxima geração e o mundo todo agradece!

E não esqueça: hoje temos acesso direto ao nosso Deus por meio de Jesus Cristo. E o que você costuma pedir a Ele para seu filho? Dentre tantas coisas importantes, não podemos esquecer de pedir por seu caráter, para que sejam humildes, amorosos, abnegados - que sejam servos à semelhança de Cristo.

“A chave para a grandeza não está na posição ou no poder, mas no caráter.” Warren Wiersbe

Um abraço de quem quer ensinar suas pequenas 'princesas' a serem servas em primeiro lugar,
Renata Veras

You Might Also Like

2 comentários

  1. Adorei este post...incrivel como crista eu nao tinha pensado dessa maneira. Obrigada por abrir meus olhos =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kelle! Fico feliz! Que Deus nos ajude! Bjss

      Excluir

Popular Posts