TPM – Tem Paciência, Menina!

Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Gálatas 5:22


“Às vezes, as pessoas me perguntam se eu penso que a TPM é real. A resposta é “Sim!”, entretanto, ainda sendo tão real, ela não pode nos impedir de honrar a Deus e amar os outros durante esse período. [...] Nossas tendências pecaminosas serão agravadas e seremos testadas de maneiras que normalmente não nos irritariam de forma alguma ou, certamente, num grau em menor [...] O essencial nos dias de TPM é ter um relacionamento correto com Deus, e assim alegrar-se nEle e no que Ele está fazendo em sua vida.” Martha Peace


"Não aproveitemos a TPM como uma ‘desculpa boa’ pra deixar a carne reinar."


Há algum tempo atrás assisti na TV uma matéria com uma doutora, chefe de um grupo de pesquisa e tratamento de mulheres com problemas de TPM de um grande hospital do país. Ela foi bastante dura falando categoricamente que a maioria dos sintomas que muitas mulheres atribuem a TPM nada tem a ver com ela (que falta de solidariedade feminina, né?!... acabou com nosso álibe!)

A grande verdade é que ela tem razão e muitas de nós sabemos disso! É claro que a TPM é real, mas o fato é que muitas vezes ela é superestimada. Claro que os hormônios e o ciclo biológico nos causam uma série de desconfortos físicos e emocionais. Não quero aqui entrar nos pormenores físicos e biológicos nem na área médica. Creio que um bom acompanhamento médico e medidas como boa alimentação e atividades físicas trazem um grande alívio pra quem sofre com esse mal. Imagino que isso todas nós sabemos! O que quero é chamar atenção para um aspecto que não podemos ignorar e muitas vezes ignoramos: o nosso pecado. Precisamos ser sinceras e reconhecer que muitas de nós usam a TPM para justificar nossa ira, nossa falta de paciência, falta de domínio próprio, falta de mansidão, nosso sentimento de autocomiseração e até mesmo a nossa gula.

Sejamos sinceras e avaliemos nossas atitudes. Paulo fala em Gálatas 5:13 "Não useis então da liberdade para dar ocasião à carne". Da mesma forma digo aqui: não aproveitemos a TPM como uma ‘desculpa boa’ pra deixar a carne reinar. Antes, aproveitemos esse período quando a nossa paciência e o nosso pavio parecem menores para exercitar a longanimidade, a mansidão, o domínio próprio, a alegria no 'nível hard'. Aproveitemos para exercitar o fruto do Espírito em nossa vida cristã.

Seu pecado não será justificado só porque você está na TPM. Você não será isenta das responsabilidades dos seus atos porque está na TPM. Isso é fato! As pessoas não deixarão de ficar ofendidas com suas palavras grosseiras só porque você está na TPM, se você comer uma tonelada de chocolate vai engordar, se brigar com o marido vai ter que pedir perdão, se for ignorante com as pessoas vai ter que se retratar. Melhor que correr atrás de reparar as consequências de ações que não agradam a Deus é vigiar e buscar a graça que vem do alto e a plenitude do Espírito Santo para guiar nossas atitudes do dia-a-dia.

Abraço de quem também tem que aprender a lidar com a TPM,

Renata Veras


You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts