MÃE PELA GRAÇA - Graça Divina para Mães Imperfeitas!


Esse é mais um texto sobre maternidade. Diferente do que você pode imaginar, meu objetivo não é pressionar ou aumentar o peso ou a carga da responsabilidade que você já tem sobre os seus ombros. Eu poderia trazer uma lista de livros com leis, dicas, passos que “garantem” algum tipo de sucesso na tarefa de ser mulher, de ser mãe ou de criar futuras mulheres. Mas essa definitivamente não é a minha intenção.

Minha mensagem é uma mensagem de graça. Um apelo para se deixar de lado qualquer ideia de autossuficiência no que se refere ao desempenho dos nossos papéis como mulheres, esposas, mães e um convite para se apegar a Graça de Deus em espírito de total confiança e dependência.

Muitas vezes bato de frente com a dura realidade de que não sou uma boa mãe. Eu tenho consciência de que, definitivamente, estou longe de ser uma mãe perfeita e de que não sou suficiente como mãe.

A contemplação da realidade, em lugar de desanimar, tem um papel fundamental de nos fazer enxergar a nós mesmas assim como somos e nos fazer descansar na libertadora verdade de que nunca seremos suficientes como mãe! Não somos e nem seremos suficientes porque, assim como nós, nossas filhas precisam da graça suficiente de Cristo.

A grande verdade é que desempenhar o nosso papel como mães nada a ver com capacidade, suficiência ou justiça pessoal, mas tem tudo a ver com GRAÇA.

Podemos não ser mães perfeitas, mas somos mães alcançadas, transformadas, assistidas e sustentadas pela graça de Deus! Isso é o mais importante e o que realmente deve fazer a diferença.

Podemos não ser mães perfeitas, mas somos mães alcançadas, transformadas, assistidas e sustentadas pela graça de Deus! Isso é o mais importante e o que realmente deve fazer a diferença.


Graça é favor imerecido. Em palavras mais simples, é aquela ajuda que a gente precisa, mas não merece. O fato é que nossa existência está mergulhada da na graça. Desde o princípio até a eternidade futura.

Somos o que somos pela graça - 1 Co 15:10
A vida, o ser mulher, o ser mãe são manifestação da graça de Deus. Nossas histórias, nossas experiências foram todas, de antemão, escritas pelo punho gracioso do nosso Deus. Nada foge do alcance da Sua graça.

Somos alcançadas pela graça – Efésios 2:8
A maior manifestação da graça de Deus em nossas vidas é o sacrifício salvífico de Cristo quando ainda éramos pecadoras. A graça nos alcançou – nos fez diferentes, novas criaturas, povo escolhido e separado. Nos deu sentido e propósito de vida.

Somos transformadas dia-a-dia pela GRAÇA
É a graça divina que nos concede a capacidade e a força para viver a vida cristã, nos ajudando a seguir em santificação até chegarmos à semelhança de Cristo.

Somos assistidas e sustentadas dia após dia pela GRAÇA - 2 Coríntios 12:7-9
A graça de Deus se manifesta diariamente e nos mínimos detalhes da nossa vida, nos ajudando em nossas fraquezas, nos ajudando em nossa missão como mulher e mãe.

Somos completamente dependentes da graça de Deus. Somos incapazes de dar um mísero passo na nossa vida cristã sem a Sua graça. É Ele quem efetua em nós tanto o querer como o realizar e sem Ele nada podemos fazer.

“Pois é Deus quem efetua em vocês tanto o querer quanto o realizar, de acordo com a boa vontade dele.” Filipenses 2:13


“Eu sou a videira, vós as ramos; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.” João 15:5

Entender a Graça de Deus como mães é entender que sozinhas nada podemos fazer
É tirar um peso grande demais que não podemos e nem precisamos carregar.

Como mães, precisamos nos agarrar à graça de Deus porque erramos e pecamos muito mais do que o que gostaríamos. Damos maus exemplos, pisamos na bola e, pela graça de Deus, isso não é uma sentença absoluta de fracasso para nossos filhos. Mas Deus usa até mesmo nossos erros graciosamente para Sua glória e para o nosso bem, nos humilhando e nos moldando – a nós e a nossos filhos.

Como mães, precisamos nos agarrar à graça de Deus porque as vezes enfrentamos sentimentos de frustração, desespero. Pensar nas minhas lutas e na história de tantas outras mulheres próximas e queridas que, em momentos de frustrações e dificuldades decidiram abandonar tudo, até mesmo seus filhos me faz questionar de que forma minha história é diferente. Por qual razão ainda estou aqui. Olhar para mim mesma me faz enxergar que, definitivamente, não há nada em mim que explique o que me sustenta, a não ser a graça de Deus.

Como mães, precisamos nos agarrar à graça de Deus porque muitas vezes nos sentimos cansadas e exaustas. E é nessa hora que precisamos correr para os braços graciosos de Deus.

Meus momentos de exaustão não são raros. Minha única reação quando as circunstâncias, as demandas e as exigências da vida me paralisam é cair de joelhos no meio do caos e suplicar a Cristo por uma dose extra de Sua graça. Surpreendentemente, quando esses dias mais difíceis chegam ao fim e eu olho para trás, vejo o quanto foi feito com a absoluta certeza de que, sem sombra de dúvidas, nada daquilo poderia ser feito por mim não fosse a graça de Deus movendo-me, assistindo-me e sustentando-me.

Nessa vida de mulher multitarefa, virtuosa, filha, mãe, esposa, ajudadora, submissa é difícil não se sentir sobrecarregada. Mas Cristo tem um convite maravilhoso e irrecusável para todas as mulheres e mães sobrecarregadas:

"Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso.
Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas.
Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve". Mateus 11:28-30


Podemos descansar no cuidado amoroso e soberano do Pai.

Uma nota extra de fundamental importância: diferente do que alguns podem pensar, a graça de Deus não nos faz mães relaxadas e preguiçosas. Mas a verdade é que a graça maravilhosa de Deus nos constrange.

Somos constrangidas e motivadas a desempenhar nossos papéis da melhor forma porque reconhecemos, vivenciamos e desfrutamos a MARAVILHOSA GRAÇA derramada abundantemente nas nossas vidas.

Nos esforçamos para sermos a mulher, a esposa, a mãe que Deus espera de nós porque amamos a Deus, porque somos gratas, porque Ele nos ordena e temos prazer em obedecê-lo. Não porque somos suficientes, mas porque somos motivadas pela confiança na Sua graça.

E no final das contas, como pode ser medido o nosso sucesso como mulheres, como mães?
Não através dos resultados, porque eles não estão sob o nosso controle, mas em que Cristo seja glorificado através de nossas vidas alcançadas, transformadas, assistidas e sustentadas pela graça de Deus.

Um abraço de uma mulher, esposa, mãe que precisa desesperadamente da graça de Deus na sua vida.
Renata Veras.

Publicado originalmente em 14/02/2016, 21:08

You Might Also Like

2 comentários

  1. Obrigada Pastora... e a eternidade revelará o quanto você é instrumento nas mãos do Senhor!!!! Mary de Uberlandia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mary!
      Suas palavras são de grande incentivo e me deixam muito feliz.
      Sou apenas uma ovelha completamente dependente da graça e da misericórdia divinas. Graças a Deus que ns usa apesar de nós mesmas.
      Um abraço carinhoso,
      Renata Veras

      Excluir

Popular Posts