Colecionando provações


Colecionamos bons momentos. Esses fazemos questão de guardar e recordar.
Mas que tal colecionar suas provações?

Esses dias, por conta do grande número de comemorações, me dei conta das dificuldades que estavam por traz de cada uma daquelas datas. Relembrar cada uma das provações de maneira alguma me trouxe tristeza ou amargura. Muito pelo contrário. Estranhamente, olhar para trás e relembrar os vales atravessados foi, na verdade, motivo de grande satisfação. Satisfação serena, aliviada. Isso pode parecer estranho, não fossem as palavras das Sagradas Escrituras.

Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma.
Tiago 1:2-4

Resolvi então fazer uma coleção de provações, resgatando cada momento difícil que Deus me levou a atravessar. Relembrar cada uma deles me trouxe grande alegria. Não porque sou masoquista ou algo do gênero, e sinto prazer no sofrimento pelo próprio sofrimento, mas por reconhecer a forma como Deus usou cada um deles para me fazer crescer.

Lembro-me claramente que um dos pedidos que mais fazia na adolescência (além do pedido pelo meu príncipe encantado, confesso) era por sabedoria. A história de Salomão marcou de alguma forma a minha mente infantil e, assim como havia acontecido com ele, queria que Deus me fizesse uma mulher sábia. Talvez eu imaginasse que, assim como na historinha bíblica, Deus, em um belo dia, decidiria fazer brotar a sabedoria em mim, como num passe de mágica, assim como ele teria feito com Salomão. Mal sabia eu que a forma pela qual Deus agiria a fim de me fazer de alguma forma mais sábia seria um pouco mais difícil. O fato é que Deus usa as provações para nos fazer crescer.

Não parece ser à toa que os versículos sobre ‘pedir sabedoria’ venham logo após aos que falam sobre ‘passar por diversas provações’.

Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida.
Tiago 1:5

Dentre as provações (algumas mais leves, outras mais pesadas) que compõem minha coleção ainda incompleta poderia citar a perda repentina de uma mãe num trágico acidente de carro aos 11 anos, desilusões amorosas da adolescência, uma longa e sofrida experiência de infertilidade, um pai à beira da morte precisando de um transplante urgente, um repentino diagnóstico de suspeita de câncer e necessidade de cirurgia durante uma gravidez, as doenças das crianças (ver sua filha em convulsão é terrível!), semanas comendo salsicha no começo do casamento porque a grana era curta, fora muitas provações enfrentadas com meu marido no casamento. (Se alguém tinha alguma dúvida do porquê do nome ‘Mulheres em Apuros’, creio que a escolha foi esclarecida)

E não me entendam mal. Definitivamente não sou dessas melancólicas, que gostam de se fazer de vítima a fim de atrair a dó das pessoas. Muitas das minhas provações mais difíceis nem as pessoas mais próximas de mim tem conhecimento. Algumas delas eu nem lembrava mais – não sofro por praticamente nenhuma dessas coisas relatadas acima. Não acho que tenho trauma algum (talvez um profissional diria o contrário rsrsrs). Não fico remoendo e não acho que passei por muita coisa difícil, principalmente quando sei de histórias de pessoas que passaram por tanto mais.

A razão de fazer uma coleção de provações é outra. É porque através delas algo bom aconteceu. Através delas Deus me mostrou quem verdadeiramente eu sou, qual a minha estrutura. Como o próprio Salomão dizia, há algo bom no sofrimento.

Melhor é ir à casa onde há luto do que ir à casa onde há banquete, porque naquela está o fim de todos os homens, e os vivos o aplicam ao seu coração. Melhor é a mágoa do que o riso, porque com a tristeza do rosto se faz melhor o coração.
Eclesiastes 7:2,3

Através das provações Deus também me permitiu deixar para traz algumas tolices e me ensinou algumas lições preciosas. E é por isso que eu sinto prazer nas provações, porque através delas pude experimentar o cuidado amoroso de Deus e pude crescer um pouco mais em sabedoria.

Não que eu me julgue uma mulher sábia. Muito pelo contrário. Tenho plena consciência de que preciso, assim como antes, rogar diariamente a Deus por sabedoria. Mas posso afirmar com toda certeza que o bom Deus ouviu minhas orações por sabedoria assim como Ele prometeu. Deus trabalhou na minha vida a fim de me fazer crescer através das circunstâncias difíceis. Não sou uma mulher sábia, mas certamente sou bem mais sábia do que seria se não tivesse passado por cada uma das provações permitidas por Ele em minha vida.

E ainda uma razão a mais para ‘celebrar’ os momentos difíceis vividos é que eles nos preparam para ajudar outros que passam pelas mesmas dificuldades.

Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, Pai das misericórdias e Deus de toda consolação, que nos consola em todas as nossas tribulações, para que, com a consolação que recebemos de Deus, possamos consolar os que estão passando por tribulações.
2 Coríntios 1:3,4

Se eu continuo pedindo a Deus sabedoria? Sempre! Mesmo sabendo que isso pode significar que eu terei que enfrentar coisas bem difíceis pela frente. E claro que pensar nas provações que ainda virão faz doer o coração. Como as próprias Escrituras dizem, nenhuma provação, no momento, é motivo de alegria. Saber que momentos difíceis ainda virão me faz suplicar a Deus que segure a minha mão e que não me deixe só na estrada pela qual ainda terei que passar.

Nenhuma disciplina parece ser motivo de alegria no momento, mas sim de tristeza. Mais tarde, porém, produz fruto de justiça e paz para aqueles que por ela foram exercitados.
Hebreus 12:11

Pensar que no final das contas poderemos comprovar a realidade das palavras divinas é uma esperança a mais para enfrentarmos as provações da vida e para termos uma perspectiva completamente diferente sobre a nossa própria história.

Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.
Romanos 8:28

Eu não sei pelo que você já passou na sua vida. Você pode ter uma história de grandes sofrimentos, traumas, abusos. Mas desafio você a olhar para as suas experiências não com melancolia, vitimismo ou amargura, mas com alegria, reconhecendo-as como oportunidades de crescer, de estar mais perto de Deus e de ajudar outros.

Não sei o que você pode estar enfrentando agora, mas é certo que você tem auxílio eficaz. Posso garantir-lhe ainda que, apesar da provação não ser motivo de alegria no momento, tudo redundará em glória.

Portanto, visto que temos um grande sumo sacerdote que adentrou os céus, Jesus, o Filho de Deus, apeguemo-nos com toda a firmeza à fé que professamos, pois não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas, mas sim alguém que, como nós, passou por todo tipo de tentação, porém, sem pecado.
Assim sendo, aproximemo-nos do trono da graça com toda a confiança, a fim de recebermos misericórdia e encontrarmos graça que nos ajude no momento da necessidade.
Hebreus 4:14-16

Que tal fazer a sua própria coleção, relembrando as provações passadas e as maravilhosas lições aprendidas através de cada uma delas?

Um abraço carinhoso, Renata Veras.

You Might Also Like

4 comentários

  1. Renata, obrigada por compartilhar com a gente momentos tão íntimos da sua vida e nos fazer lembrar que Deus atua nas provações e que não estamos sós.

    Que Deus abençoe você e sua família.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Larissa!
      Deus abençoe você também.
      Abraço carinhoso,
      Renata Veras

      Excluir
  2. Muito revigorante e linda a Palavra!
    Deus abençoe !

    ResponderExcluir
  3. Tenho certeza que por nossas próprias forças seria bem mais difícil superar certas provações. A certeza de que o Senhor nos sustenta nesse momentos é o que nos coloca de pé novamente!

    ResponderExcluir

Popular Posts